20 casos de infecção pela superbactéria KPC são confirmadas na PB em 2018

0

medic-563423_960_72020 casos de infecção pela superbactéria KPC foram registrados nos primeiros cinco meses de 2018 na Paraíba. A informação é da Comissão Estadual de Controle e Infecção em Serviços de Saúde.

A principal característica da superbactéria (Klebsiella Pneumoniae Carbapenemase – KPC) é a resistência a vários tipos de antibióticos.

De acordo com a coordenadora da Comissão, Ana Campanile, os casos que foram confirmados na Paraíba são subnotificações.

“A gente ainda tem muitos hospitais, principalmente no interior da Paraíba, que não têm acesso a um laboratório de qualidade para fazer essa identificação”, disse.

Ela explicou que esses casos são notificados em unidades hospitalares públicas ao redor do mundo.

“Quando a gente fala em superbactéria, a gente está falando, hoje, em pan-resistência. Naquelas bactérias que, praticamente, não têm sensibilidade a nenhum antibiótico que a gente tem no mercado no momento”, disse.

Medidas como a higienização correta das mãos, principalmente em ambientes hospitalares, é uma das principais formas de prevenir a transmissão da bactéria.

“As mãos têm que ser higienizadas antes de tocar os pacientes e depois que toca o paciente. Seja com água e sabão, seja com álcool gel. Isso é que tem que ficar guardado para todo mundo”, alertou Ana.

 

Com Portal T5

Share.

Leave A Reply