Joaquim Barbosa não confirma candidatura e Ricardo avalia: “Brasil precisa de unidades democráticas”

0

joaquim-barbosa-felipe-raulA cúpula do PSB se reuniu nesta quinta-feira (19) em Brasília com as lideranças do partido, incluindo o governador da Paraíba Ricardo Coutinho, para discutir a possível candidatura de Joaquim Barbosa à presidência da República. Barbosa se aposentou em 2014 após exercer o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) por 11 anos, assumindo, inclusive, a presidência da casa em 2012.

Na reunião, não ficou definido se o ex-ministro de fato vai assumir a condição de pré-candidato do PSB no pleito deste ano. No entanto, durante coletiva de imprensa, Joaquim Barbosa acabou revelando que sua família não apoia sua candidatura.

Em entrevista concedida à repórter especial da TV Tambaú em Brasília, Fernanda Sette, Ricardo Coutinho destacou que esse primeiro encontro foi realizado para que Barbosa pudesse conhecer um pouco mais do partido e de seus dirigentes, e que o que está em jogo é fazer com que o país recupere o caminho da democracia.

“Não tem nada confirmado não, nesse momento de Brasil é preciso olhar muito a conjuntura, ela é bastante delicada. Eu particularmente insisto e acho que o Brasil precisa de unidade das forças democráticas, essa é uma coisa fundamental para o Brasil que está em jogo e não é só a eleição do presidente. Está em jogo algo muito maior que isso, essas bases democráticas que historicamente são tão frágeis estão profundamente abaladas e isso está tomando conta da sociedade como um todo. É preciso pensar nisso. Eu acho que o PSB tem que cumprir esse papel”, ponderou o gestor.

O governador da Paraíba deixou a reunião antes que ela fosse encerrada por completo, se dirigindo ao STF para uma reunião rápida, e em seguida para o Aeroporto Internacional Santos Dumont, com retorno para João Pessoa previsto ainda para esta quinta-feira (19).

 

T5

Share.

Leave A Reply