• Início  |
  • Vídeos  |
  • Eventos  |
  • Notícias  |
  • Boletim Policial  |
  • TV Online  |
  • Mãe enterra o próprio filho e depois de 24 horas a criança foi encontrada viva.

    Publicado em sábado, maio 18, 2013 · 1 Comentario 


    Mãe enterra o próprio filho e depois de 24 horas a criança foi encontrada viva.
    A matéria pode parecer sensacionalista, mas em tempos de violência e crimes no nosso país, histórias de superação parecem dar um fôlego a mais para nós.O mais importante em rever este fato é sabermos o quanto Deus é importante na vida de cada ser colocado por ele aqui neste solo;Esta matéria parecem ser tão velha mais existem nela seus personagens da vida real;Como Autor dessa historia vem em primeiro lugar o fôlego de Deus que é dado a todos nós.Depois vem um recém-nascido que foi enterrado vivo pela a sua própria mãe,Mais com o poder do pai maior a criança sobrevive soterrada 24 horas e após ser encontrada ele ainda respirava o fôlego que foi dado por Deus;Ainda veremos os heróis que participaram desse milagre.Veja Como Tudo Começou Logo Abaixo
    “Milagre” foi a definição de quatro policiais militares do município de Laranjeiras do Sul, na região oeste do estado (entre Guarapuava e Cascavel), ao retirar com vida um recém-nascido de uma toca de tatu, na tarde de ontem. O bebê ficou parcialmente enterrado por cerca de 24 horas e, possivelmente, só sobreviveu porque o cordão umbilical não havia sido cortado. Ele foi levado ao hospital, pesa 2,8 quilos, mede 46 centímetros e passa bem. O recém-nascido foi encontrado a tempo, graças aos olhares atentos dos moradores do bairro São Miguel. Segundo o tenente Paluch, que participou do resgate, os vizinhos perceberam quando Lucinda Ferreira Guimarães, 40 anos, saiu de casa, por volta das 16h30 de domingo. Perto das 18h, a mulher retornou com as roupas sujas de sangue e com a barriga menor. Os vizinhos desconfiaram que algo errado teria acontecido e resolveram fazer algumas buscas. Cerca de 24 horas depois de a mulher ter dado à luz, os moradores encontraram o bebê com o corpo enterrado dentro de uma toca de tatu, apenas com a cabeça para fora, em um matagal situado a aproximadamente 100 metros da casa de Lucinda.
    O Resgate; Moscas sobre a cabeça do bebê e o fato de ela estar quieto fizerem com que todos acreditassem que o bebê estivesse morto. Os moradores chamaram a polícia. Quando os PMs chegaram ao local e apanharam o bebê, ele começou a chorar. “Tiramos a terra de sua boca e corremos para o hospital. O médico então cortou o cordão umbilical, que ainda estava ligado à placenta. Por um milagre a criança passa muito bem”, contou Paluch. Assim que deixaram o bebê no hospital, os policiais foram atrás da mãe. Eles encontraram Lucinda em um bar. “Ela estava em estado de choque e não conseguiu falar nada quando foi presa. Em princípio, Lucinda negou ser a mãe da criança, mas, no hospital, o médico a examinou e constatou que no corpo dela haviam indícios de que teria dado à luz nas últimas horas”, contou o PM. Lucinda foi levada à delegacia e presa em flagrante por tentativa de homicídio. A mulher não pode ser interrogada pois só falava frases sem nexo. Em poucas palavras, disse apenas que é mãe de outros quatro filhos e que não queria ter o bebê, porque ele não era filho do seu atual marido.
    Placenta De acordo com um médico obstetra da Maternidade Curitiba, consultado pela reportagem da Tribuna, provavelmente o recém-nascido sobreviveu porque o cordão umbilical não havia sido cortado, o que impediu a criança de perder sangue. “Ele não passou fome porque tinha nutrientes armazenados no organismo, capazes de sustentá-lo durante o tempo que ficou enterrado. O buraco em que ficou também o protegeu, de certa maneira, pois fez com que ele não perdesse calor”, avaliou o médico. Quando Deus quer salvar uma vida preciosa como a desse bebê, nenhum ser humano é capaz de agir contra!!!
    Ainda segundo a mídia Divulga em toda internet Que.Lucinda cumpre hoje prisão em liberdade e está grávida novamente. Lucas, o garoto, vive com o pai e só viu a mãe apenas uma vez, no Fórum. Segundo a própria Lucinda, o pai do Lucas não permite nenhum tipo de contato entre os dois.
    Essa é uma história da vida real em que mostra que todo aquele que confia e acredita em deus nunca será desamparado por ele.São provas dessas naturezas em que Deus opera e faz milagres nas vidas de seus filhos que nos dá forças de vencer e enfrentar toda violência que encontrarmos ao nosso redor,[TUDO EU POSSO NAQUELE QUE EU CONFIO,DEUS]

    1 Comentário

    1. Justin disse:

      Matéria boa! Porém o crime de forma alguma é tentativa de homicídio! Trata-se de tentativa de infanticídio, no qual a mãe tenta matar seu próprio filho após o nascimento do mesmo sob estado puerperal!

    Deixe o seu comentário!

    Curta nosso facebook !
    TV Web Cidade - CNPJ: 17.887.466/0001-53

    É proibida a reprodução total ou parcial deste site, sem autorização prévia

    online
    Protected with SiteGuarding.com Antivirus