Médicos investigam sintomas suspeitos de febre amarela em estudante internado no HU

0
capa_29012018112900Um jovem de 25 anos está internado no Hospital Universitário Lauro Wanderley, em João Pessoa, com sintomas suspeitos de febre amarela. O paciente deu entrada na unidade de saúde na noite deste domingo (28) e na manhã desta segunda-feira (29) passa por uma bateria de exames para analisar qual sua enfermidade. Atualmente ele está em observação no setor que trata de Doenças Infecto-parasitárias.

De acordo com a médica Luciana, que trata do caso, o jovem é do estado de São Paulo e mora em João Pessoa devido aos estudos. Ele estava de férias no estado natal e voltou para a capital paraibana no dia 22 de janeiro. Logo no dia 23 de janeiro ele começou a apresentar os sintomas.

A Dra. Luciana detalhou em contato com o ClickPB que os sintomas apresentados pelo paciente são febre, dor no corpo, mal estar e dor de cabeça. Apesar de existir a possibilidade de ele ter sido infectado por febre amarela, outras possibilidades de doença com os mesmos sintomas também são investigadas.

Ainda não é possível saber quando o resultado dos exames deve ser divulgado, já que ainda serão enviados para o laboratório. O paciente não teria tomado a vacina contra febre amarela antes de viajar.

O estado de São Paulo atualmente é considerado área de risco para infecção por febre amarela e é recomendado tomar a vacina antes de viajar para lá. Já a Paraíba, é considerada área livre da doença, sem circulação viral.

A vacina contra a febre amarela é ofertada no Calendário Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS) A recomendação de vacinação para a população continua a mesma: toda pessoa que reside em áreas com recomendação da vacina contra Febre Amarela e pessoas que vão viajar para regiões silvestres, rurais ou de mata dentro dessas áreas, deve se imunizar.

Para as pessoas primovacinadas que necessitam se deslocar para Estados onde há recomendação de vacina contra a febre amarela devem procurar os postos de saúde com antecedência mínima de dez (10) dias para se vacinar. Para pessoas que já tomaram a vacina em algum momento da vida, com comprovação no cartão de vacinação, já estão protegidos, não havendo necessidade de uma 2ª (segunda) dose. O Estado da Paraíba, assim como os Estados do Rio Grande do Norte, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Ceará, está fora da área com recomendação de vacina.

ClickPB

Share.

Leave A Reply