Ricardo perde audiência em ação contra Pâmela e passa a ser réu em processo

0

capa_02082018063235O governador Ricardo Coutinho faltou sem motivo justificado a audiência da ação em que processou a ex-primeira-dama Pâmela Bório, após ser denunciado por sequestro e agressão na Granja Santana, em 7 de setembro de 2015. Com isso, o jogo se inverteu, e, por decisão do Juízo, o governador sai, à revelia, da condição de autor do processo, e passa a réu e irá responder penalmente.

A audiência foi realizada, nessa terça (dia 31), na 6ª Vara Criminal. Como a advogada Laura Berquó havia arguido exceção da verdade, ao faltar à audiência, o governador virou réu, e passará a responder criminalmente.

Agressão – No episódio, Pâmela, em seu Boletim de Ocorrência, afirmou ter sido sequestrada por policiais militares atendendo ordem do governador e levada para a Granja Santana, onde teria sido espancada por Viviane (irmã do governador) e Ana Carolino Coutinho (sobrinha). O episódio já rendeu, inclusive, uma ação no âmbito da Lei Maria da Penha contra o governador, que tramita no Superior Tribunal de Justiça.

Ausência – Com a ausência injustificada do governador a audiência, foi decretada a sua revelia. Segundo a advogada, sua ausência foi surpreendente, “afinal, ele processa as pessoas por qualquer motivo, mesmo quando há provas do que se diz contra ele, e quando a própria ação se volta contra ele não atende intimação da Justiça para comparecer à audiência em que teria que ouvir o martírio de Pâmela no dia 7 de setembro de 2015 e depoimentos de testemunhas sobre o fato”.

 

 

 

 

Por Blog do Helder Moura

Share.

Leave A Reply